“Ivone, Princesa de Borgonha”

11 de Abril a 22 de Abril | Porto

 

Mimado pelos pais, o príncipe Filipe de Borgonha tem tudo e ainda pode ter mais. As mulheres mais belas, é só querê-las. Quando lê no horóscopo que as estrelas propícias lhe oferecerão “iniciativas de grande envergadura”, prepara-se para o encontro com o destino. Porque vai encalhar, horrivelmente excitado, numa aventesma queda e muda como Ivone? Nascido na Polónia em 1904, e exilado na Argentina durante mais de vinte anos, Witold Gombrowicz construiu uma obra original, inovadora, e “provocadora”, como ele próprio gostava de dizer. Mais conhecido pelos seus romances e contos, legou-nos três peças onde exercitou um pessoalíssimo “teatro de ideias”. Dividida em atos, à maneira clássica, Ivone, Princesa de Borgonha (1938) evolui num crescendo de bestialidade, selvajaria, idiotice e falta de sentido. “É um texto implacavelmente obtuso”, resume-o lapidarmente Luísa Costa Gomes, que o traduziu e o coloca agora nas mãos do encenador António Pires. E a tradutora acrescenta, como quem pergunta: “Que espécie de coisa é esta paródia de tragédia, que parece mais leve do que realmente é, bem mais profunda e complexa do que aparenta ser, talvez num movimento palaciano de dissimulação dos horrores sobre os quais assenta todo o poder…”

 

De Witold Gombrowicz

Tradução Luísa Costa Gomes

Encenação António Pires

Interpretação Maria João Luís, Marcello Urgeghe, João Barbosa, Mário Sousa, Alexandra Sargento, Hugo Mestre Amaro, Cláudia Alfaiate, Nuno Casanovas, Francisco Vistas, Carolina Campanela

 

coprodução

Ar de Filmes/Teatro do Bairro, TNSJ

Qua+sáb 19:00

Qui+sex 21:00

domingo 16:00

11 Abril qua 21:00

 

Teatro Nacional São João

deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
A Bola é nossa - 20 de Abril de 2018
Blê Blê Blê - 20 de Abril de 2018
GPS - 20 de Abril de 2018
Pré Visão - 20 de Abril de 2018
Blê Blê Blê - 19 de Abril de 2018
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados