Rui Moreira mantém a Cultura sob a sua alçada

25 de Outubro de 2017 | via publico.pt
Rui Moreira mantém a Cultura sob a sua alçada

Quando, às 17h desta quarta-feira, se iniciar a cerimónia de tomada de posse dos novos eleitos para o executivo da Câmara do Porto e também para a Assembleia Municipal, cada um dos vereadores de Rui Moreira já saberá exactamente os pelouros que lhe estão destinados. O presidente reeleito, cujo movimento independente venceu as eleições autárquicas com maioria absoluta, mantém sob a sua alçada o pelouro da Cultura, além das Finanças e Sustentabilidade. Há caras novas e pelouros que mudam de nome.

O vice-presidente da autarquia será Filipe Araújo, que continuará a ser também o responsável pela Inovação e Ambiente, pelouro que já detinha no primeiro mandato de Rui Moreira, que agora termina. Cristina Pimentel, que conduzia a Mobilidade, terá agora sob a sua gestão um pelouro que passará a chamar-se Transportes, além de assumir a Fiscalização e Protecção Civil. Dos repetentes no elenco governativo de Moreira, o vereador Ricardo Valente, que assumiu um pelouro em Julho do ano passado, mantém-se à frente da Economia da câmara, a que se junta agora o Turismo e o Comércio, num novo pelouro com essas três vertentes (Economia, Turismo e Comércio) a que se junta o da Gestão dos Fundos Comunitários.

Os novos membros do executivo ficam com os restantes pelouros. Catarina Araújo será a responsável pela Juventude e Desporto e também pelos Recursos Humanos e Serviços Jurídicos, Pedro Baganha fica com o Urbanismo e o pelouro do Espaço Público e Património, e Fernando Paulo será agora o responsável pela Habitação e Coesão Social e pela Educação.

A tomada de posse está marcada para as 17h, no Teatro Municipal Rivoli. Depois da cerimónia, pelas 19h30, realiza-se a primeira sessão da Assembleia Municipal, em que será eleito o presidente. O cargo deverá ficar, de novo, nas mãos de Miguel Pereira Leite, das listas de Rui Moreira, depois de o PSD ter garantido que iria viabilizar a sua eleição, retirando um peso das costas de Moreira, que não conseguiu a maioria absoluta neste órgão. A proposta do PS, Braga da Cruz, que o Bloco de Esquerda já disse que iria apoiar, deverá, assim, ser derrotada.
deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
Blê Blê Blê - 23 de Novembro de 2017
Universo Paralelo - 23 de Novembro de 2017
GPS - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados