Benfica sem margem de erro em Old Trafford

30 de Outubro de 2017 | via publico.pt
Benfica sem margem de erro em Old Trafford

Três jogos, três derrotas e as contas são fáceis de fazer: apenas uma vitória esta terça-feira, em Old Trafford, garante ao Benfica a manutenção na luta por um lugar nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

Se os benfiquistas empatarem ou perderam frente ao Manchester United, que está a fazer o melhor início de época desde que Alex Ferguson deixou os “red devils”, ficam dependentes do que vai acontecer à mesma hora em Basileia: um triunfo dos suíços frente ao CSKA Moscovo colocaria a equipa de Rui Vitória fora da luta pelos dois primeiros lugares do Grupo A.

O cenário é novo para o Benfica e não deixa a Rui Vitória muita margem de manobra. Após conseguir nas duas primeiras épocas como treinador dos “encarnados” apurar-se para os quartos e oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o técnico ribatejano não somou qualquer ponto nas três primeiras jornadas da fase de grupos da Champions. E este é um feito inédito: o pior registo dos benfiquistas tinha sido em 2012-13 e 2014-15 com Jorge Jesus, quando somaram um ponto nos três jogos iniciais.

Desde que, em 1999-00, a primeira fase da principal competição europeia de clubes passou a ser disputada por oito grupos de quatro equipas, cinco clubes apuraram-se para a fase seguinte com sete pontos - meta que o Benfica pode atingir se empatar em Old Trafford -, mas nos últimos 19 anos, onde foram disputados na primeira fase 152 grupos, apenas um clube conseguiu ficar no top-2 com seis pontos: há duas temporadas, uma vitória e três empates garantiram à AS Roma um lugar nos oitavos-de-final.

Dessa forma, se uma igualdade ainda pode permitir ao Benfica acalentar esperanças - o CSKA teria que ganhar ou empatar em Basileia -, uma derrota seria, com quase toda a certeza, um “game over” para os benfiquistas. No entanto, apesar de Mourinho ter voltado esta terça-feira a elogiar os “encarnados” - “Os meus jogadores sentiram que foi fácil ganhar ao Basileia e ao CSKA e que não foi fácil ganhar ao Benfica” -, Vitória terá pela frente uma tarefa hercúlea contra o melhor United da era pós-Alex Ferguson.

Com 34 jogos consecutivos sem perder em Old Trafford - Mourinho está a três jogos de igualar o recorde de invencibilidade dos “red devils” em casa que pertence a Ferguson -, a equipa de Manchester soma 12 vitórias, dois empates e uma derrota.

O registo de Mourinho neste primeiro quarto de temporada apenas é superado pelo arranque do United em 2012-13: na época de despedida de Ferguson, a última vez que a equipa foi campeã, o adversário do Benfica tinha 24 pontos nas 10 primeiras jornadas da Premier League, mais dois pontos dos que Mourinho alcançou no mesmo período.

deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
Blê Blê Blê - 23 de Novembro de 2017
Universo Paralelo - 23 de Novembro de 2017
GPS - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados