O Sporting voltou a ter o sonho na mão

01 de Novembro de 2017 | por Público
O Sporting voltou a ter o sonho na mão

O Sporting fez mais uma boa exibição europeia e desta vez foi recompensado com um ponto. Em casa frente à Juventus (1-1), os “leões” estiveram em vantagem no marcador, tal como tinha acontecido na partida em Turim, há duas semanas. Bruno César, após jogada de Gelson Martins, inaugurou o marcador. Mas os italianos melhoraram significativamente na segunda parte, intensificaram a pressão, e a insistência acabou por render o golo da igualdade, por Higuaín. Foi uma jornada de empates no Grupo D da Liga dos Campeões, porque o Olympiacos-Barcelona terminou 0-0 e tudo continua em aberto na classificação.

Alvalade foi testemunha de mais uma grande noite “leonina”, com 45 minutos de superioridade sobre a todo-poderosa Juventus, crónica campeã de Itália (leva seis títulos consecutivos) e finalista vencida em duas das últimas três edições da Champions. No primeiro tempo a equipa de Jorge Jesus colocou-se na frente do marcador e conseguiu criar grandes dificuldades aos visitantes, que se limitaram a fazer dois remates, nenhum deles enquadrado com a baliza de Rui Patrício. Mas na segunda parte a partida alterou-se drasticamente: a Juventus dominou a bola, criou oportunidades em catadupa, e encontrou o caminho do golo.

Só com prestígio não se chega longe nas competições europeias – são precisos pontos. Jorge Jesus tinha deixado claro antes da partida que não queria mais vitórias morais, depois dos bons desempenhos frente a Barcelona e Juventus, mas o planeamento da partida foi seriamente afectado por ausências de relevo. Piccini e Mathieu estavam descartados, e as preocupações aumentaram quando os nomes de William Carvalho e Fábio Coentrão também não surgiram na convocatória.

As dores de cabeça eram muitas. Jorge Jesus remendou a defesa com Ristovski à direita, André Pinto no centro e Jonathan Silva no lado esquerdo. Battaglia ocupou o lugar de William Carvalho e a quinta alteração relativamente à partida no terreno do Rio Ave, esta por opção do técnico, foi a titularidade de Bruno César por troca com Podence. E não se terá arrependido das decisões que tomou, porque o macedónio fez um grande jogo, o central português correspondeu, Battaglia foi gigante no meio-campo e o brasileiro fez o golo “leonino”.

Tal como em Turim, Gelson Martins construiu a jogada do golo mas viu outro marcá-lo. Há duas semanas foi Alex Sandro, na própria baliza. Desta vez, o internacional português passou por Chiellini e rematou para defesa apertada de Buffon, mas na recarga Bruno César atirou para o fundo da baliza. E, ainda que a Juventus tenha estado perto do empate logo a seguir – Khedira correspondeu de cabeça ao cruzamento feito por De Sciglio mas desviou a bola ligeiramente ao lado – a superioridade do Sporting era incontestável.

O segunda parte começou com um grande “se”. E se Gelson Martins tivesse marcado logo aos 46’? Lançado por Bas Dost, foi velocíssimo a galgar metade do campo, ludibriou dois defesas mas permitiu a recuperação e deixou escapar a oportunidade de rematar.

A partir daí a Juventus assumiu as rédeas, e só graças a Rui Patrício e à concentração defensiva dos “leões” o golo italiano não surgiu mais cedo. Em 15 minutos na segunda parte o Sporting fez um remate, enquanto os visitantes fizeram sete. Mandzukic, Pjanic e De Sciglio ameaçavam, mas a equipa de Jorge Jesus não deixava de espreitar a baliza de Buffon: em mais um contra-ataque, Gelson Martins colocou em Bruno Fernandes no lado direito, que fez o cruzamento para Bas Dost e o holandês não chegou por milímetros para fazer o desvio.

A pressão era quase sufocante e caberia a Higuaín silenciar as bancadas de Alvalade. Depois de ter visto Rui Patrício fazer uma grande defesa a um remate anterior, o argentino não perdoou na segunda oportunidade. Após passe de Cuadrado, fugiu a André Pinto e desviou para o fundo da baliza. O Sporting voltou a quase tocar as estrelas, mas desta vez o sabor final não foi tão amargo.

deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
Blê Blê Blê - 23 de Novembro de 2017
Universo Paralelo - 23 de Novembro de 2017
GPS - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados