Oposição na Assembleia Municipal do Porto critica mudanças na limpeza urbana

07 de Novembro de 2017 | por Lusa
Oposição na Assembleia Municipal do Porto critica mudanças na limpeza urbana A oposição na Assembleia Municipal do Porto ao independente Rui Moreira, reeleito presidente de câmara, criticou a mudança na limpeza urbana da cidade que põe fim às concessões, municipaliza os resíduos recicláveis e entrega os indiferenciados a prestadores de serviços.
Durante a reunião extraordinária deste órgão, na segunda-feira à noite, em que estava apenas em causa a votação de uma questão processual, o deputado municipal do Bloco de Esquerda Joel Oliveira disse que o balanço da concessão da recolha de lixo é "desastroso", tendo a cidade ficado mais suja.
Já para a CDU, representada por Belmiro Magalhães, a concessão transformou-se num "sorvedouro de dinheiros públicos", considerando este processo como uma "destruição" de competências municipais e um agravamento de custos.
Na resposta, Rui Moreira lembrou que os eleitores sufragaram, a 01 de outubro, as suas propostas, sublinhando que nada irá concessionar.
"Este será o meu último mandato, como já disse, e não deixarei nenhum contrato que condicione o futuro", afirmou.
Na opinião do deputado socialista Pedro Braga de Carvalho existe uma "degradação evidente" na cidade, algo que entendeu não se poder justificar com o aumento da atividade económica.
Focada nas questões ambientais, a deputada do PAN, Bebiana Cunha, reforçou a necessidade de se fazer reciclagem, reforçando que é "urgente" fazer menos lixo.
O deputado do PSD Alberto Lima frisou que se iria abster porque sugeriu a interiorização destas competências nas Águas do Porto.
Este novo paradigma de limpeza urbana implica o fim da concessão da recolha de lixo, a municipalização dos resíduos recicláveis e a entrega dos indiferenciados a prestadores de serviços.
Assim, a Câmara do Porto aprovou a abertura de um concurso público internacional para contratar prestadores de serviços de limpeza urbana e recolha do lixo indiferenciado, acabando com a concessão a privados em 50% da cidade.
deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
Blê Blê Blê - 23 de Novembro de 2017
Universo Paralelo - 23 de Novembro de 2017
GPS - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados