Sobe para três número de mortos no surto do São Francisco Xavier

10 de Novembro de 2017 | por Público
Sobe para três número de mortos no surto do São Francisco Xavier

Há mais uma vítima mortal do surto de Legionella em Lisboa, o que eleva o balanço para três mortes, anunciou nesta sexta-feira a Direcção-Geral de Saúde. É um mulher de 68 anos, que já tinha outros problemas de saúde, que morreu na noite de quinta-feira. O número de doentes contaminados subiu entretanto para 43.

De acordo com a directora-geral da Saúde, Graça Freitas, o contágio deu-se por contacto com o hospital S. Francisco Xavier, mas está a ser investigado o momento em que a infecção terá acontecido. "Vamos investigar se já estava internada ou se foi num contacto com o hospital antes do internamento", explicou.

O número de pessoas infectadas subiu entretanto para 43, mas a responsável explica que tudo indica que as medidas tomadas no dia 4, de choques térmicos e químicos, permitiram eliminar o foco do surto. "Se correr como até agora - poderão aparecer alguns casos esporádicos - daremos dentro de poucos dias o surto como controlado".

Questionada sobre os resultados das análises, Graça Freitas disse que "é prematuro anunciar qualquer tipo de resultado".

Afirmou ainda que as pessoas não devem ter receio de se deslocar ao hospital S. Francisco Xavier.

O surto está a ser investigado pela Inspecção-Geral das Actividades em Saúde (IGAS), a pedido do Ministério da Saúde, e pelo Ministério Público (MP), que esta terça-feira abriu formalmente um inquérito. Por esta razão, o MP decidiu ordenar as autópsias, diligências que considera essenciais para a investigação em curso.

O primeiro caso notificado foi a 31 de Outubro. O que indicia que a infecção tenha acontecido a partir do dia 17 do mês passado, tendo em conta que o período de incubação da doença é de dois a dez dias. Altura em que o hospital tinha feito análises e que não terão mostrado a presença da bactéria. Um dos objectivos da investigação é perceber o que se passou com exactidão.

O Ministério do Ambiente anunciou esta semana, no Parlamento, que está a ser preparada nova legislação para a qualidade do ar interior e regras mais apertadas para as torres de arrefecimento, para reduzir o risco de presença da bactéria e evitar eventuais novos surtos de Legionella.

deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
Blê Blê Blê - 23 de Novembro de 2017
Universo Paralelo - 23 de Novembro de 2017
GPS - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
Entrevistas - 23 de Novembro de 2017
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados