FC Porto também fica na pole position na Taça da Liga

22 de Dezembro de 2017 | por Público
FC Porto também fica na pole position na Taça da Liga

Primeiro lugar no campeonato, oitavos-de-final da Liga dos Campeões, quartos-de-final da Taça de Portugal e, desde esta quinta-feira, a liderança do Grupo D da Taça da Liga. Perante um dos adversários mais competentes do futebol português (Rio Ave), o FC Porto de Sérgio Conceição deu mais uma prova de força e colocou-se na pole position para garantir um lugar nas meias-finais da Taça da Liga. Soares e Marega fizeram os golos da vitória portista, por 3-0.

Na antevisão do encontro, Conceição assumiu que a prova, em que o FC Porto não vencia há oito jogos, era valorizada no Dragão e não fez bluff. Mantendo o 4x4x2, o técnico fez a troca esperada de guarda-redes (Sá por Casillas), voltou a dar a titularidade a Felipe e Corona e apenas resguardou Aboubakar: Soares foi titular. Do outro lado, Miguel Cardoso fez duas alterações forçadas (Marcelo e Lionn estavam impedidos de jogar), mas não abdicou de apresentar-se com toneladas de talento (Geraldes, Novais e Rúben Ribeiro) nas costas de Guedes.

Apesar da ambição e da qualidade, o Rio Ave foi uma sombra do que já fez esta época, e com menos de 120 segundos, Soares não acertou na bola com a baliza aberta.

Uma dezena de minutos mais tarde, o brasileiro redimiu-se: displicência de Cássio e Marcão em zona proibida e a bola sobrou para Soares, que fez um golo fácil.

A vantagem deu ainda mais confiança aos “azuis-e-brancos”, Marega ameaçou aos 19’ e 20’, e à terceira reeditou a parceria de sucesso com Brahimi. Após assistir o maliano por duas vezes no passado fim-de-semana, aos 21’ o argelino estendeu a passadeira para Marega e o “11” do FC Porto, após contornar Cássio, fez o 2-0.

A partir daí, o jogo tornou-se menos atractivo para o público e um passeio para os portistas. Com o Rio Ave incapaz de incomodar Casillas, os “azuis-e-brancos” foram desperdiçando oportunidades sucessivas de golos, e só conseguiram bater Rui Vieira (que substituiu o brasileiro na baliza do Rio Ave, devido a lesão, ainda no primeiro tempo) na conversão de um penálti, a castigar falta sobre Aboubakar (que começou fora e acabou dentro da grande área vilacondense).

deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
Entrevistas - 19 de Janeiro de 2018
GPS - 19 de Janeiro de 2018
Pré Visão - 19 de Janeiro de 2018
Universo Paralelo - 19 de Janeiro de 2018
Blê Blê Blê - 19 de Janeiro de 2018
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados