Estacionamento pago chega à Foz do Douro, há protestos na Ramalda Alta

20 de Setembro de 2018 | por Público
Estacionamento pago chega à Foz do Douro, há protestos na Ramalda Alta

O executivo da Câmara do Porto aprovou, esta terça-feira, a abertura de um concurso público de concessão da exploração dos lugares de estacionamento pago na via pública na zona Ocidental da cidade do Porto. O objectivo é encontrar um concessionário para gerir três novos mil lugares de estacionamento pago à superfície que deverão instalar-se em arruamentos ainda a definir naquela área. Entretanto, moradores da Ramada Alta marcaram um protesto contra os parquímetros instalados naquela zona e entregaram à Assembleia Municipal (AM) do Porto um abaixo-assinado com 500 assinaturas.

A proposta da abertura do concurso público limitado por prévia qualificação (que ainda terá de passar pela AM) foi aprovada com os votos contra do PS e da CDU e a abstenção do PSD. Na prática, irá levar à instalação de parquímetros nas zonas definidas pela autarquia como Parque da Cidade, Foz Velha, Foz Nova, Império, Pasteleira, Gomes da Costa, Foco, Antunes Guimarães, Boavista Oeste e Vilarinha. O alargamento das zonas de estacionamento de duração limitada (ZEDL) recebeu diversas críticas da oposição à maioria camarária do presidente Rui Moreira.

PS, PSD e CDU manifestaram dúvidas sobre se a área em questão deveria receber parquímetros, por ser maioritariamente residencial. O vereador Álvaro Almeida, do PSD, manifestou-se ainda contra o facto de ser o concessionário a propor os arruamentos em que serão instalados os novos parquímetros, mesmo que essa proposta tenha de merecer a aprovação do município. “É óbvio que o concessionário vai propor os lugares que maximizem o seu lucro. Devia ser a câmara a defini-lo”, insistiu o social-democrata.

Na proposta apresentada ao executivo explica-se que com o alargamento das ZEDL à área mais ocidental do Porto pretende-se “que os hábitos de mobilidade na cidade se alterem progressivamente no sentido de uma transferência modal do transporte individual em automóvel para outros modos de transporte mais suave e/ou de partilha”.

A vereadora dos Transportes, Cristina Pimentel, que assina a proposta, refere que os dois anos de experiência da concessão do estacionamento pago noutras zonas da cidade se revelou “uma medida de grande eficiência” e argumenta que os moradores estarão “sempre protegidos pela possibilidade de acederem a uma avença anual de apenas 25 euros, que lhes permite o livre estacionamento junto da sua residência”.

Não é isto que pensam os cerca de 500 subscritores do abaixo-assinado que, na passada segunda-feira, foi entregue na AM, com o pedido para que fosse enviado a Rui Moreira. Ricardo Galhardo foi à assembleia explicar aos deputados municipais que os moradores da Ramada Alta estão contra a instalação de parquímetros naquela zona, que descreveu como “essencialmente residencial”. O descontentamento vai ainda ser corporizado num protesto que está agendado para as 18h da próxima segunda-feira, no cruzamento das ruas de Serpa Pinto e Brito Capelo.

O morador explica que apesar de os parquímetros estarem instalados, desde há duas semanas, em apenas “200 ou 300 metros da Rua de Serpa Pinto”, a sua colocação acaba por afectar toda a zona envolvente. “Prejudica toda a zona, porque as pessoas deixam de estacionar ali e têm de procurar alternativas noutras ruas”, disse ao PÚBLICO.

Os signatários do abaixo-assinado querem que os parquímetros já colocados sejam retirados, mas, na eventualidade de esse pedido não vir a ser atendido, pedem que a área de estacionamento pago na via pública não seja alargada. “Sabemos que há a intenção de tornar pago o estacionamento na Rua 9 de Julho e, provavelmente, em toda a Serpa Pinto”, diz Ricardo Galhardo, sustentando que também os comerciantes estão contra a instalação de parquímetros no local. “Uma coisa é colocarem-nos na Baixa, para as pessoas irem às lojas. Ali, o que os comerciantes dizem é que não lhes vai resolver nada.”, afirma.

deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
GPS - 13 de Dezembro de 2018
Música da Casa - 13 de Dezembro de 2018
Universo Paralelo - 13 de Dezembro de 2018
Pré Visão - 13 de Dezembro de 2018
Blê Blê Blê - 13 de Dezembro de 2018
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados