Moreira garante que não vai aumentar impostos por causa da pandemia

07 de Julho de 2020 | por Lusa
Moreira garante que não vai aumentar impostos por causa da pandemia

O presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira, garantiu hoje, em reunião do executivo, que não vai aumentar impostos, em consequência da pandemia de covid-19, por acreditar em "políticas anticíclicas".

De acordo com a síntese da reunião privada do executivo municipal, hoje divulgada pela maioria, a declaração surgiu na sequência da aprovação do relatório das contas consolidadas do ano de 2019, que engloba as contas da câmara, das empresas municipais e os fundos em que participa e que revela que "o município goza de boa saúde financeira".

Para esta equação, aponta a maioria, o peso da câmara "é preponderante", o que "também dá a garantia de poder enfrentar a crise com maior segurança".

O autarca, que disse não ter ilusões de que o "futuro imediato não será muito risonho", assinalou que as contas da Câmara do Porto permitem que "criar o endividamento necessário para continuar a investir e a cumprir as obrigações", pelo que, "os portuenses não vão ser surpreendidos com aumento de impostos"

Na reunião de hoje, Moreira defendeu que "é necessário não embarcar, neste momento, em políticas ao sabor da maré, razão pela qual disse acreditar "em políticas anticíclicas"".

O relatório das contas consolidadas de 2019 foi aprovado por maioria, com os votos a favor dos vereadores independentes, e as abstenções do PS, PSD e CDU que reiteram as posições já assumidas aquando da aprovação das contas de 2019, em 25 de maio. À data, os vereadores da oposição criticaram a visão da autarquia que se mostrou incapaz de dar resposta aos problemas da cidade.

Segundo a maioria, coube ao diretor municipal das Finanças e Património, Pedro Santos, fazer uma breve apresentação dos números referentes às contas consolidadas, que evidenciam um equilíbrio sólido.

Entre as principais conclusões, destaque ainda para o resultado líquido positivo em todas as empresas do Grupo Município do Porto, resultado esse na ordem dos 43,6 milhões de euros, o que significa um aumento líquido em 1,2 milhões de euros.

deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
Blê Blê Blê - 12 de Agosto de 2020
Boi com Abóbora - 12 de Agosto de 2020
Pré Visão - 12 de Agosto de 2020
GPS - 12 de Agosto de 2020
Blê Blê Blê - 11 de Agosto de 2020
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados