ONU confirma morte de quase 4000 civis em 91 dias de guerra

25 de Maio de 2022 | por Público
ONU confirma morte de quase 4000 civis em 91 dias de guerra

Três meses e um dia de guerra na Ucrânia resultaram na morte de quase 4000 civis, nas contas das Nações Unidas. O número exacto foi divulgado nesta quarta-feira: 3974 civis perderam a vida. Além disso, 4654 pessoas ficaram feridas.

Entre as vítimas mortais contabilizadas pelo Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) estão 259 crianças.

Segundo o organismo dirigido por Michelle Bachelet, o principal causador de mortos e feridos foi o uso de explosivos: projécteis lançados por artilharia pesada, sistemas de lançamento múltiplo de rockets, mísseis e bombardeamentos aéreos.

A ONU teme que o acesso a cidades cercadas ou a zonas até agora sob ataque venha a revelar ainda mais vítimas. Em Mariupol, por exemplo, os dados mais actualizados apontam para 22 mil mortes.

Há menos de duas semanas, sobre o caso concreto de Mariupol, Michele Bachelet tinha-se mostrado "chocada" com as inúmeras violações dos direitos humanos que vinham sendo conhecidas. "A cidade de Mariupol e os seus moradores sofreram horrores inimagináveis desde o início do ataque armado da Federação Russa", sublinhou a responsável numa sessão especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

"Estou chocada com a escala da destruição e as inúmeras violações do direito internacional, dos direitos humanos e do direito internacional humanitário que foram cometidas na cidade, incluindo ataques contra civis e bens civis", afirmou em Genebra.

Na altura, Bachelet revelou que uma missão da ONU passou por 14 cidades e vilas das regiões de Kiev e Chernihiv — ocupadas pelos russos até Março — e recolheu testemunhos sobre a forma como "parentes, vizinhos e amigos foram mortos, feridos, detidos ou estão desaparecidos".

deixe-nos o seu comentário
voltar
em destaque
últimos podcasts
O Norte somos nós - 24 de Junho de 2022
Pré Visão - 23 de Junho de 2022
GPS - 23 de Junho de 2022
Blê Blê Blê - 23 de Junho de 2022
A Bola é nossa - 23 de Junho de 2022
os nossos ouvintes
powered by hojenet © Copyright Rádio Nova 2016 - Todos os direitos reservados